sexta-feira, 29 de junho de 2012

SP recebe 70 micro-ônibus Iveco CityClass



Veículos serão entregues a 70 municípios do Estado pelo programa Caminho da Escola




















A Iveco entregou setenta unidades do micro-ônibus CityClass para a Secretaria da Educação de São Paulo, que serão utilizado por 70 municípios do Estado por meio do programa Caminho da Escola, do Governo Federal, que viabiliza o financiamento desses veículos para o transporte de estudantes. Cada cidade receberá uma unidade.

A cerimônia de entrega realizada essa semana teve a presença do governador do Estado, Geraldo Alckmin, e do secretário da Educação, Herman Voorward, no Palácio dos Bandeirantes. O governo estima que 5,5 mil estudantes serão beneficiados com os veículos.

Desde 2009 que a Iveco oferece o miniônibus CityClass pelo programa Caminho da Escola. Desde então entregou 3 mil unidades. O programa, criado em 2007, tem com objetivo renovar a frota de veículos escolares no País, e é um dos principais propulsores de vendas da Iveco no segmento: no ano passado, as vendas da montadora cresceram expressivos 176% sobre 2010, alcançando 1,3 mil unidades. O volume significou aumento de 2.2 pontos porcentuais na participação total do mercado de ônibus, para 4%.

Consócio Construtor Belo Monte adquire 100 ônibus Comil para transporte de trabalhadores


Imagem inline 1
 
Consócio Construtor Belo Monte adquire
100 ônibus Comil para transporte de trabalhadores

A obra para a construção da Hidrelétrica Belo Monte, localizada em Altamira, no Pará, está movimentando o setor de fretamento para transporte de passageiros. Recentemente, o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) adquiriu 100 ônibus para transportar os trabalhadores até a obra e entre os três canteiros montados na região do Xingu. O consórcio prevê a circulação de 12 mil trabalhadores até dezembro e de 23 mil em 2013, no pico da obra.

O CCBM investiu R$ 21 milhões nos carros, modelo urbano Svelto, fabricados pela montadora Comil, com chassi Mercedes-Benz, ideais para trajetos de curta e média distância. Prioritariamente, estão sendo contratadas pessoas que residem nos 11 municípios de influência direta da usina (Altamira, Vitória do Xingu, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará, Placas, Pacajá, Senador José Porfírio, Porto de Moz e Gurupá). O consórcio, responsável pela contratação e capacitação dos funcionários que atuam nas obras de engenharia, criou o programa Capacitar para Crescer, que oferece 27 cursos em parceria com instituições como Senai, Senac e Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural).


O primeiro lote, de 20 veículos, foi entregue na última semana de maio e começou a circular em junho. Até novembro, o CCBM deve receber o restante dos carros. “O setor de fretamento está sendo impulsionado pelo crescimento econômico brasileiro. E a Comil está preparada para atender cada vez mais e melhor estas demandas, com veículos seguros, confortáveis e bom custo benefício”, afirma o Gerente Marketing e Pós Vendas, Rodrigo Montini.

Belo Monte será a terceira maior do mundo

A Hidrelétrica Belo Monte terá capacidade instalada de 11.233 MW, com entrada em funcionamento de sua primeira unidade geradora em 2015. Será a terceira maior usina do mundo em capacidade de geração, superada apenas por Três Gargantas (China) e Itaipu (Brasil/Paraguai). A operação em plena capacidade (24 turbinas geradoras) ocorrerá no primeiro trimestre de 2019.
 

Informações para a imprensa: Moglia Comunicação - (51) 3029.3249
Taís Dihl
 
Sabrina Silveira
sabrina@moglia.com.br - fone: (51) 9660.4212

Luciana Moglia

terça-feira, 26 de junho de 2012

Belo Horizonte-MG

 Linha 2151 na Av Amazonas
 Linha 3050 no Anel Rodoviário
 Linha 64 próximo ao centro de BH
 Particular
 Particular
 Seletrans tentando ultrapassar um Gontijo na Via expressa de BH
 Particular- MArcopolo
 Linha 5201 no bairro São Francisco
 Visor
 Linha Vip

Grupo Chinês visita empresa Busscar em Joinville



Segundo Grupo Chinês visita Busscar em Joinville

Os chineses da Chinesa Weichaw Power tem interesse em expandir suas atividades para a fabricação de ônibus. O primeiro grupo chinês interessado na empresa foi o Shandong Heavy Machinery Barclays que apresentou proposta de investimento no valor de 130 milhões de reais. A intenção não foi bem recebida pela Busscar que está em recuperação judicial.
O Grupo vai conhecer de perto a fábrica de carrocerias de ônibus e saber também qual é a sua capacidade de produção. A empresa chinesa Weichaw Power é o 16° maior grupo mundial fabricante de equipamentos pesados segundo a “Forbes”, uma das principais publicações americanas de negócios.
A empresa Catarinense também desperta o interesse do mercado nacional. O principal atrativo é a capacidade de produção. A produção de veículos coletivos está em alta no país por conta das frotas antigas que precisam ser repostas e da demanda gerada pela copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016.


Comil incentiva uso da informática entre funcionários











Campanha proporciona cursos de qualificação e doação de computadores
Oportunizar conhecimentos básicos de informática. Com essa proposta, a Comil e a Associação dos Funcionários da empresa (AACC) lançam a campanha “A informática não é nenhum bixo papão”. A iniciativa ofereceu cursos de informática básica para 73 colaboradores e vai doar computadores para os alunos para que possam colocar em prática os conhecimentos adquiridos. A entrega oficial das máquinas acontece nesta sexta-feira, 15 de junho, na área de lazer da Comil. 

Para Angelina Skowrownski, uma das funcionárias que participou do curso, a iniciativa oportunizou o aprendizado sobre o básico de informática e agora permitirá que ela pratique o que aprendeu nas aulas em casa, já que ganhou o computador. Já para a funcionária Jandira Zorzi, além do curso ter permitido ela obter maior conhecimento em como utilizar o computador através do curso oferecido, a doação do computador fará com  que ela possa se comunicar com sua irmã que mora em São Paulo de modo mais prático.

Uma das principais montadoras de ônibus do país, a Comil valoriza o trabalho de seus funcionários através de iniciativas de qualificação profissional, em um ambiente motivador e saudável. Entre os benefícios oferecidos aos seus colaboradores estão plano de saúde, posto de saúde com assistência ambulatorial e serviço odontológico, seguro de vida e creche para filhos de funcionários.


Volare investe para ser marca internacional

Com a capacidade de produção tomada e sem espaço físico para aumentar a planta fabril, localizada na unidade Planalto da Marcopolo, em Caxias do Sul, a diretoria da Volare decidiu, em conjunto com a direção da controladora, pela construção de nova fábrica para os miniônibus. Dentre as dezenas de alternativas avaliadas ao longo de 18 meses, a escolha por São Mateus (ES), teve como fator decisório a possibilidade de a empresa combinar aumento de produção com a estratégia de fortalecer a internacionalização da marca.
Mesmo reconhecendo que a empresa terá benefícios públicos do estado e da prefeitura, o que também chegou a ser negociado com outros municípios, o diretor Milton Susin assegura que pesou a localização estratégica de São Mateus para envio dos veículos ao exterior, pela proximidade com os portos existentes no Espírito Santo, e para o recebimento de insumos. “Como havia a necessidade de uma nova operação fabril, optamos por buscar local que também favorecesse o escoamento da produção, que será destinada, quase que na sua integralidade, para exportações.”
O investimento de R$ 35 milhões será aplicado na construção de uma fábrica nova, que deverá estar pronta para produção em julho de 2013. Terá capacidade inicial para mil unidades anuais e meta, de acordo com Susin, de 500 veículos no segundo semestre do próximo ano. “Nosso objetivo é operar a pleno desde o início das atividades”.
O diretor observa que o mercado em que a Volare atuará, países da África e da América do Sul, tem potencial para 1,5 mil unidades/ano. Reconhece, no entanto, que conquistar este espaço dependerá também, e muito, de aspectos econômicos e da capacidade de os gestores repetirem no exterior o sucesso das vendas internas. Segundo Susin, inicialmente será produzido apenas um modelo no Espírito Santo, ainda em análise pela diretoria. Veículo que também deverá, em situações pontuais, atender aos mercados do Norte e Nordeste do Brasil.
A estratégia inicial contempla a montagem do miniônibus no Espírito Santo por cerca de 300 trabalhadores. As unidades serão enviadas de Caxias do Sul em CKD, e algumas peças poderão ser fornecidas pela controlada Ciferal, que tem fábrica de modelos urbanos no Rio de Janeiro. No futuro, dependendo da velocidade do projeto, Susin admite ser possível produzir componentes por lá.
De acordo com o diretor, a mão de obra será contratada na região e treinada pela empresa. Embora a Volare venha ser a primeira montadora do Espírito Santo, a região tem relação com a indústria metalmecânica, especialmente ligada ao segmento do petróleo. A unidade terá um centro de treinamento para preparar
o pessoal segundo necessidades da empresa.

As exportações representam, atualmente, algo como 5% das vendas físicas da unidade Volare. Em números absolutos, pouco mais de 250 miniônibus, considerando a projeção de 5 mil veículos para este ano, incremento de 10% sobre 2011. Em se confirmando as expectativas para 2013, o índice subiria para perto de 15%.
Susin destaca que o primeiro semestre deste ano fecha com vendas baixas em razão da nova lei de emissões que introduziu o motor Euro 5 em veículos comerciais. A redução forçou a concessão de férias coletivas aos trabalhadores. Para o próximo período a expectativa é de retomada dos negócios, tanto que a empresa espera elevar em 30% a produção diária, passando das 15 unidades deste semestre para 20.




Caio: Ônibus rural


 
  
 
 
Caio Induscar fornece ônibus especial para transporte de trabalhadores rurais
A encarroçadora de ônibus Caio Induscar desenvolveu um projeto especial da sua carroceria Foz 2200 para o transporte de trabalhadores rurais de Barra Bonita, interior de São Paulo.
O ônibus tem comprimento de 8.495 mm, largura de 2.200 mm, porta de embarque e desembarque do tipo pantográfica e capacidade para transportar, confortavelmente, 18 pessoas sentadas.
O maior diferencial do veículo é uma área de 4 m², que foi reservada no balanço traseiro, para servir como compartimento de carga. O acesso para este compartimento é por uma porta na traseira, do tipo furgão.

Viação Cristália investe na renovação da frota


Imagem inline 1

Viação Cristália investe na renovação da frota
A paulista Viação Cristália, uma das maiores da região de São Paulo, está investindo na renovação de sua frota. A empresa adquiriu novos ônibus modelo Campione 3.45 da gaúcha Comil, uma das principais montadoras de ônibus do Brasil. Os veículos são responsáveis pelo transporte rodoviário executivo no trecho Campinhas/São Paulo. Focada no transporte intermunicipal de passageiros, hoje a Cristália atende Itapira, Espírito Santo do Pinhal, Mogi Mirim, Mogi Guaçu e Campinas, além da capital e do ABC Paulista.
Essa é a primeira vez que as duas empresas fecham negócio. Segundo o coordenador de Manutenção da Cristália, José Roberto Moreira, o principal objetivo é proporcionar qualidade aos seus usuários. “Os carros foram muito bem aceitos pelos nossos passageiros. As poltronas são confortáveis e o visual do coletivo é muito bom”, elogia o dirigente. 
Ainda em janeiro, a montadora realizou uma entrega técnica dos carros em São Paulo. O principal objetivo da iniciativa era instruir motoristas e encarregados de manutenção sobre o funcionamento e as melhores práticas operacionais para garantir a durabilidade e o desempenho dos veículos. “Queremos estar próximos dos clientes, entendendo suas necessidades, disponibilizando um pacote de valor ao seu negócio e superando suas expectativas”, acrescenta o Gerente de Marketing e Pós-Vendas da Comil, Rodrigo Montini.
A empresa paulista está no mercado há mais de 50 anos e, na década de 80, foi adquirida pelo grupo Santa Cruz, que já comprou um total de 136 ônibus da Comil. Com a incorporação, os serviços da Cristália foram aprimorados e, atualmente, a sua frota chega a 45 veículos. Anualmente, a empresa realiza uma pesquisa de satisfação de seus clientes para verificar a percepção quanto à qualidade dos serviços.
O Grupo Santa Cruz é responsável por uma frota de cerca de 500 veículos, entre ônibus e utilitários, que percorrem mensalmente aproximadamente 5,5 mil quilômetros. No total, são transportados mais de dois mil passageiros por mês.

Informações para a imprensa: Moglia Comunicação - (51) 3029.3249

Taís Dihl
taisdihl@moglia.com.br – fone: (51) 9912.2438

Sabrina Silveira
sabrina@moglia.com.br - fone: (51) 9660.4212

Luciana Moglia

Ônibus Marcopolo Paradiso 1200 leva equipe campeã da Stock Car Brasil


Ônibus já está rodando pela A. Mattheis Motorsports | Gelson Mello da Costa

Gelson Mello da Costa

Ônibus já está rodando pela A. Mattheis Motorsports

















A equipe A. Mattheis Motorsports adquiriu um ônibus encaroçado pela Marcopolo, do modelo Paradiso 1200, preparado especificamente para o transporte dos integrantes das equipes Red Bull Racing e Shell Racing para as competições no Brasil e na América Latina. O veículo foi montado sobre o chassi Scania K 340 4x2.

O Paradiso 1200 G7 em questão O ônibus possui capacidade para transportar até 32 passageiros em poltronas do tipo semileito mais largas (1.060mm), com descansa-pernas, confeccionadas com espuma viscoelástica, que se molda ao corpo do passageiro e proporciona mais conforto. Conta também com gabinete sanitário, cinto de segurança retrátil, porta-copos, porta-revista, sistema de ar-condicionado com dutos individuais e janelas com vidros fumê colados, geladeira e sala de estar, com dois sofás, na parte traseira do veículo.

O veículo também é equipado com porta pantográfica com travamento automático e pneumático para embarque e desembarque, parede de separação com porta deslizante, sistema multiplex e maior altura interna (1,93m). O sistema de áudio e a iluminação têm rádio com CD com entrada USB e MP3, aparelho de DVD e três monitores em LCD com 15,4 polegadas e porta-pacotes com iluminação em LED.

A A. Mattheis Motorsports possui sede em Petrópolis (RJ), onde prepara os carros da Shell Racing (Alceu Feldmann e Valdeno Brito) e Red Bull Racing (Cacá Bueno e Daniel Serra) para a Stock Car, além dos modelos Lamborghini Gallardo e Mercedes-Benz SLS, que competem na GT3 Brasil.


Ônibus Marcopolo Paradiso 1200 leva equipe campeã da Stock Car Brasil


Veículo é utilizado no transporte da equipe nas competições no Brasil e na América Latina
A Marcopolo, uma das principais empresas mundiais na fabricação de ônibus, desenvolveu um ônibus Paradiso 1200, especialmente para a equipe A. Mattheis Motorsports. O veículo está sendo utilizado para o transporte dos integrantes das equipes Red Bull Racing e Shell Racing nas competições no Brasil e na América Latina.

Considerado ideal para o transporte em viagens de médias e grandes distâncias, o modelo Paradiso 1200, com chassi Scania K 340 4x2, apresenta baixo custo operacional e extrema robustez, e prioriza o conforto e a segurança dos passageiros. O modelo tem desenho arrojado, com destaque para o conjunto óptico, com lanternas e sinalizadores de direção com LEDs.

O Paradiso 1200 G7 conta com porta pantográfica com travamento automático e pneumático para embarque e desembarque, parede de separação com porta deslizante, sistema multiplex e maior altura interna (1,93m). Também possui gabinete sanitário, cinto de segurança retrátil, porta-copos, porta-revista, sistema de ar-condicionado com dutos individuais e janelas com vidros fumê colados, geladeira e sala de estar, com dois sofás, na parte traseira do veículo.

O ônibus dispõe de 32 poltronas do tipo semileito mais largas (1.060mm), com descansa-pernas, confeccionadas com espuma viscoelástica, que se molda ao corpo do passageiro e proporciona mais conforto. O sistema de som e a iluminação têm rádio com CD com entrada USB e MP3, aparelho de DVD e três monitores em LCD com 15,4 polegadas e porta-pacotes com iluminação em LED.

Sobre a A. Mattheis Motorsport

Andreas Mattheis é um dos chefes de equipe mais vitoriosos do automobilismo brasileiro. Depois de conquistar inúmeros títulos como piloto, começou a colecionar vitórias também como diretor técnico e chefe de equipe. É detentor de quatro títulos da Stock Car e dois na GT3 Brasil, além de outras vitórias, como a Mil Milhas Brasileiras, em 2003 e 2005; o Brasileiro de Endurance, em 2004, e a Corrida do Milhão, em 2008.[6]

A A. Mattheis Motorsports está sediada em Petrópolis (RJ), onde prepara os carros da Shell Racing (Alceu Feldmann e Valdeno Brito) e Red Bull Racing (Cacá Bueno e Daniel Serra) para a Stock Car, além dos modelos Lamborghini Gallardo e Mercedes-Benz SLS, que competem na GT3 Brasil. Com mais de 20 anos de existência, a equipe está montada em uma área de mais de 1.500 m² e conta com mais de 40 funcionários dedicados às competições.



Cristália diz aprovar unidades da Comil

Companhia pertence ao Grupo Santa Cruz que já tem unidades da encarroçadora em suas operações



A Viação Cristália, companhia pertencente ao Grupo Santa Cruz, vem renovando a frota de ônibus e se declarou satisfeita com os novos modelos Campione 3.45, da encarroçadora gaúcha Comil, de Erechim.

Atuando no eixo Campinas / São Paulo, a Cristália atende a municípios como Itapira, Espírito Santo do Pinhal, Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Campinas, São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

A linha da Comil foi renovada. Além do design mais moderno, os ônibus oferecem poltronas mais ergonômicas, melhor visualização para passageiros e motorista com a área envidraçada mais ampla, carroceria com visual mais limpo, iluminação interna mais moderna e novos conjuntos óticos tanto na frente como atrás do veículo, com lâmpadas de LED.

Em comunicado à imprensa divulgado pela Comil, o coordenador de manutenção da Cristália, José Roberto Moreira, disse que a boa aceitação dos passageiros foi um sinal claro de que os modelos foram bem escolhidos.

“Os carros foram muito bem aceitos pelos nossos passageiros. As poltronas são confortáveis e o visual do coletivo é muito bom”.

No mês de janeiro, a Comil fez uma entrega técnica de veículos para que motoristas, profissionais de manutenção, funilaria e demais áreas tivessem treinamento específicos sobre como melhor operar e conservar os modelos, aumentando a durabilidade dos veículos.

A Viação Cristália atua no mercado desde os anos de 1950. Nos anos de 1980, foi comprada pelo Grupo da Santa Cruz, que manteve o nome da companhia. A Cristália possui 45 ônibus.

O Grupo Santa Cruz já adquiriu 136 ônibus da Comil. Atualmente, possui uma frota de cerca de 500 veículos, entre ônibus e utilitários. A aquisição de maior relevância mais recente pelo Grupo foi da Expresso Brasileiro, que fazia a linha Rio – São Paulo. O nome da empresa vai ser mantido, mas o tradicional design da pintura, verde e amarelo, tem sido mudado.

As linhas do Litoral Paulista, da Capital e do ABC que eram da Expresso Brasileiro foram compradas anteriormente pela Viação Cometa.



Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes






Fonte:  http://noticias.canaldoonibus.com.br/noticias-home-adamo/1487-cristalia-diz-aprovar-unidades-da-comil.html
FOTO:Ônibus novos da Cristália, empresa que atende o eixo Campinas – São Paulo. Renovação agradou passageiros e incrementou os negócios, segundo direção da empresa. Foto: Comil

Rosa compra 40 ônibus Comil


Veículos irão reforçar operação da companhia em três Estados


Frota da Rosa soma 900 veículos
Frota da Rosa soma 900 veículos









Para atender a crescente demanda por fretados nos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, a Empresa de Ônibus Rosa investiu na aquisição de 40 novos ônibus encarroçados pela Comil, com o modelo Versatile. Dessa forma, a empresa ampliou em 4,4% suas operações.
A Rosa opera nos segmentos de transporte executivo, especial, escolar, ambulância e locação de veículos. Atualmente, a empresa detém uma frota de 900 ônibus, sendo mais de 400 aplicados no transporte rodoviário.


Comil realiza mutirão de limpeza neste sábado

 Ação acontece nos arredores da empresa, no Distrito Industrial de Erechim



No mês em que o mundo inteiro se volta para as ações em prol do meio ambiente, a Comil também se engaja nessa ideia. Neste sábado, dia 23 de junho, a partir das 9h, acontece um mutirão de limpeza nos arredores da sede da empresa. O local abriga grande quantidade de lixo descartado, em especial entre os canteiros e os gramados. A ideia é reunir em torno de 30 funcionários voluntários para participar da ação. Em caso de chuva, a programação será cancelada. 

Além do mutirão, a Comil instalou lixeiras no trajeto da empresa até o seu refeitório. Também foi feita uma sensibilização interna entre os funcionários para o destino correto do lixo. A iniciativa faz parte da Campanha Mude Agora, promovida com a finalidade de sensibilizar os funcionários em relação a questões como meio ambiente, qualidade, saúde e segurança. 

Preocupada com o descarte correto de resíduos e uso consciente de recursos, a Comil adotou ainda medidas práticas para reduzir o desperdício de materiais em áreas como a de produção. Alguns processos também foram revisados a fim de deixá-los ainda menos poluentes. 

A Comil também promove o tratamento do esgoto sanitário e reutiliza a água tratada. Todo lixo produzido pela empresa é separado e recebe o tratamento e o destino correto. 



Fonte: http://www.diariodamanha.com/noticias.asp?a=view&id=33686

Marcopolo conquista Prêmio Exportação RS 2012


A Marcopolo conquistou o Prêmio Exportação RS, concedido anualmente pela ADVB/RS (Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil), na categoria Trajetória Exportadora Master. A empresa será agraciada pelo fornecimento para o mercado externo com destaque para a exportação de ônibus para países da América do Sul, como Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai, entre outros. O prêmio será entregue no dia 25 de junho, em cerimônia a ser realizada no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre.
O Prêmio Exportação RS, em sua 40º edição, destaca e reconhece as empresas que tiveram melhor desempenho no mercado internacional, com o objetivo de estimular as estratégias em busca do crescimento econômico nacional. Na categoria Trajetória Exportadora Master foi avaliado o desempenho das maiores empresas exportadoras do Rio Grande do Sul.[6]

“A premiação reconhece o desempenho da Marcopolo em 2011, resultado do contínuo investimento para elevar a nossa competitividade internacional. Apesar da relação cambial desfavorável, procuramos atender os mercados conquistados ao longo dos anos e manter expressivo fornecimento para o exterior”, afirma Rodrigo Pikussa, diretor de exportação da Marcopolo.

Metra fará seminário sobre sustentabilidade


Evento no ABC avaliará a contribuição do transporte coletivo para o meio ambiente


A Metra, que opera o Corredor Metropolitano de Ônibus ABD, e a Eletra, que desenvolve tecnologia de tração elétrica para ônibus urbano, realizarão nesta terça-feira, 26, o seminário “Transporte Coletivo: Sustentabilidade, Mobilidade e Saúde” em São Bernardo do Campo. 

O evento, que contará com três palestras e debate, visa reunir especialistas em desenvolvimento sustentável para discutir propostas e tendências para o transporte coletivo em grandes cidades e regiões metropolitanas. Eles abordarão temas como saúde e mobilidade urbana, e avaliarão as contribuições que o transporte coletivo com baixo impacto ambiental pode oferecer para a melhoria de qualidade de vida da população.

Em comunicado, a Metra, além de convidar para o seminário, aponta que uma das alternativas para a diminuição da poluição nas grandes cidades seria o uso do trólebus como principal modelo de ônibus. Segundo a empresa, atualmente circulam 190 deles na capital paulista e 86 na região do ABC. Desde 2010, alguns desses ônibus deixaram de ser abastecidos por diesel e recebem agora biodiesel. Outros foram substituídos por modelos híbridos. 

Outra iniciativa da Metra em prol do meio ambiente foi a redução em 25% o consumo de energia elétrica em dois de seus nove terminais. Com seu sistema de tratamento e reuso dos recursos hídricos na garagem de São Bernardo do Campo, a empresa tem também economizado cerca de 1,5 milhão de litros de água por mês. Com o programa “Corredor Verde”, no trecho entre São Mateus e Jabaquara, ela já plantou mais de 5 mil árvores. 

Serviço

As vagas para o seminário “Transporte Coletivo: Sustentabilidade, Mobilidade e Saúde” são limitadas e as inscrições gratuitas podem ser feitas pelo site www.transportelimpo.com.br. 

Horário: das 8h30 às 13h

Local: Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo

Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 360 – São Bernardo do Campo

Comil: Transporte intermunicipal do Pará recebe qualificação



Imagem inline 1

Transporte intermunicipal do Pará recebe qualificação

As linhas do transporte intermunicipal de passageiros do Pará já contam com um reforço na frota. A Comércio e Transporte Boa Esperança, de Belém, adquiriu seis novos ônibus da fabricante gaúcha Comil, modelo Campione, com o objetivo de qualificar o serviço, proporcionando mais conforto aos passageiros atendidos pela transportadora.

A aquisição integra o plano de renovação da frota da empresa, atendendo os padrões de serviços já prestados nas linhas intermunicipais, através de veículos modernos, dotados de ar-condicionado e poltronas de alto padrão. Segundo o diretor da Boa Esperança, José Veras de Sousa, o foco está na qualidade dos serviços. “Estamos investindo em tecnologia e treinamento de funcionários, além de modernização da infraestrutura e das instalações”, explica o dirigente.

A Boa Esperança, com sede em Belém, possui uma frota de 190 veículos. Com atuação no ramo de transporte rodoviário de passageiros, atende cerca de 80 municípios nos estados do Pará, Maranhão e Piauí. Entre as principais cidades estão Belém (PA), Tucuruí (PA), Paragominas (PA), Castanhal (PA), Bragança (PA), Cametá (PA), São Luís (MA), Parnaíba (PI) e Teresina (PA).  

O representante da Comil, Mauro Costa, destaca o início da parceria entre a Comil e a Boa Esperança. “A Comil está presente como fornecedora de uma das mais conceituadas empresas rodoviárias do Brasil”, acrescenta o dirigente.

Fundada no ano de 1971 por José Maria Gonçalves Viana, a empresa iniciou suas atividades com apenas quatro ônibus, operando a linha intermunicipal Belém/Capanema. A partir daí, a Boa Esperança cresceu e investiu na aquisição de novas linhas e veículos, aumentando o seu campo de ação e atendendo dezenas de outros municípios.


Informações para a imprensa: Moglia Comunicação - (51) 3029.3249

Taís Dihl
taisdihl@moglia.com.br – fone: (51) 9912.2438
Sabrina Silveira
sabrina@moglia.com.br - fone: (51) 9660.4212

Luciana Moglia
lumoglia@moglia.com.br – fone: (51) 9860.4403

sábado, 16 de junho de 2012

Iveco entrega 144 micro-ônibus ao Tocantins



Venda faz parte do programa Caminho da Escola


Tocantins recebe lote de 144 Iveco CityClass
Iveco entregou 144 modelos do micro-ônibus CityClass que serão distribuídos entre 115 cidades do Tocantins dentro do Programa Caminho da Escola, criado em 2007 pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento à Educação (FNDE) do Governo Federal para renovação de frota desses veículos. Por meio desse programa, a montadora vendeu 3,5 mil unidades entre 2009 e 2012.

Do total de veículos entregues, 16 têm tração 4x4, para facilitar o acesso às escolas da zona rural. A estimativa é de que 8.350 alunos da rede estadual e municipal de ensino do Tocantins sejam beneficiados. 

Além desses modelos, o Estado recebeu outro lote de CityClass adaptados com plataformas elevatórias para atender cerca de 3.800 alunos com dificuldade de locomoção.