segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Ônibus que leva orgânico às escolas começa a funcionar na 2ª-feira



Na próxima segunda-feira (27), o prefeito Nelson Trad Filho inicia a entrega de kits escolares para cerca de 100 mil estudantes da Rede Municipal de Ensino (Reme). Às 9h, quando Nelsinho estará na Escola Municipal Padre Tomaz Ghirardelli, no bairro Dom Antonio Barbosa, será aberta a programação do Ônibus de Orgânicos, chamado de “Verdurão”.

O veículo foi adaptado para receber a produção com gôndolas, vaporizador e outros itens de segurança que deverão proporcionar a conservação dos produtos oferecidos. A capacidade de armazenamento do “Verdurão” é de 300 kg de legumes, verduras e frutas que serão vendidos pelos agricultores do projeto “Agricultura Familiar”, apoiado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e do Agronegócio (Sedesc).

A proposta do projeto é proporcionar aos alunos da Reme noções consistentes de educação ambiental, ressaltando ainda a importância de que sejam divulgadas na sala de aula mais informações sobre a produção de alimentos orgânicos, bem como os benefícios do seu consumo.

Como funcionará – Além de terem acesso a informações sobre produção de alimentos orgânicos e sua importância para uma boa saúde, a população do entorno da escola onde o “Verdurão” terá oportunidade de adquirir os produtos que forem comercializados no veículo, ao preço de dois reais o quilo de cada produto.

Grêmio apresenta seu novo ônibus


PORTO ALEGRE - A quinta-feira foi de novidades no Grêmio. Depois de apresentar o técnico Vanderlei Luxemburgo, o time gaúcho também mostrou seu novo ônibus oficial. E o treinador foi um dos primeiros a conhecê-lo e aprová-lo.

FOTO: VINICIUS MONTENEGRO - DIVULGAÇÃO
Foto: Divulgação


O ônibus será destinado ao uso exclusivo do futebol profissional. Segundo o Grêmio, o veículo tem "layout novo, moderno e com tecnologia de ponta". O chassi é da Volkswagen, a carroceria é Marcopolo geração 7, e tem potência de 320 HP. 

Trata-se de um resultado de uma parceria que existe desde 2008 entre o time gaúcho, Volkswagen e Marcopolo. O ônibus costuma viajar por todo o País com uma maquete do novo estádio gremista, que está sendo construído. 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Pirajuçara entrega 10 novos ônibus para linhas Circulares


Na manhã do último sábado, dia 18, a viação Pirajuçara entregou oficialmente 10 novos ônibus adaptados para deficientes físicos. Apesar de já estarem circulando pelas ruas de Taboão da Serra, a cerimônia aconteceu no estacionamento do Parque das Hortênsias, o Pq. Assunção.
Os novos ônibus beneficiarão os usuários das linhas 2 e 9 dos circulares. Segundo a empresa, os ônibus já estavam em fase experimental há duas semanas para verificação da qualidade e adaptação aos bairros do município.
Foto: Divulgação | Ricardo Vaz
Novos ônibus entregues pela viação Pirajuçara no último sábado 

Segundo Claudinei Pereira, secretário de transporte e mobilidade urbana, os novos ônibus tem os eixos mais distantes, o que facilita a manobra por ruas estreitas. “Os ônibus são modernos e adaptados para passageiros com mobilidade reduzida. Hoje, Taboão da Serra passa a ter uma das mais novas frotas de ônibus da Grande São Paulo”.

A partir de segunda-feira, dia 27, as linhas de circulares 03, 08 e 09 terão trajetos novos para atender melhor à demanda de passageiros. Outra novidade é que o estacionamento do Parque das Hortênsias será revitalizado e terá pontos de ônibus ativados e fiscais para as linhas 490/29 Pinheiros e Osasco.

Com os novos veículos, a frota da cidade vai para 117 ônibus, dentre esses 80% são adaptados, segundo dados da Prefeitura. “Já saímos na frente, pois em 2014 todos os municípios terão que ter 100% da frota adaptada e estamos bem adiantados nesse sentido”, disse Claudinei Pereira.

Adiada

Os dez ônibus adaptados tinham como data de entrega oficial o dia 5 de janeiro, mas foi adiada para data próxima ao aniversário da cidade. O adiamento da entrega, segundo a Viação Pirajuçara, foi por um ‘problema de agenda’, e na época a empresa havia dito que os veículos já estavam prontos para a circulação. 

Na ocasião, o secretário de mobilidade urbana e transporte, afirmou que os veículos iriam passar ainda por um retoque na pintura e licenciamento. “Apesar de os veículos serem novos, serão necessários retoques na pintura e acertos na documentação. Mas acredito que até o aniversário da cidade esteja tudo pronto para a entrega”.

Polêmica

Em dezembro do ano passado, a Pirajuçara, que controla a Viação Fervima, apresentou uma planilha de custo pedindo para a prefeitura de Taboão da Serra o aumento da passagem de R$ 2,75 para R$ 3. O aumento foi concedido e gerou muitos protestos dos usuários. Os novos ônibus, que seriam entregues logo após o reajuste, foram tirados de circulação até o início de fevereiro.

Empresa Busscar começa a executar plano de recuperação


Empresa Busscar começa a executar plano de recuperaçãoReprodução

Funcionários retornam ao trabalho na área de produção da empresa
A empresa de ônibus Busscar localizada em Joinville, no norte do estado retomou os trabalhos para concluir a encomenda de 52 ônibus para o transporte coletivo. Para que isso aconteça foram chamados 500 funcionários que haviam sido demitidos.
A Busscar já recebeu outros pedidos, que estão sendo negociados. Como parte do plano de recuperação, a empresa pretende fabricar cerca de 2 mil veículos somente em 2012.










quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Ponto de ônibus de Londres tem anúncio que identifica mulheres


Um anúncio inteligente, que identifica o sexo de passageiros em um ponto de ônibus, estreia nesta quarta-feira, em Londres. Foto: Clear Channel/BBC Brasil
Um anúncio inteligente, que identifica o sexo de passageiros em um ponto de ônibus, estreia nesta quarta-feira, em Londres
Foto: Clear Channel/BBC Brasil
Um anúncio inteligente, que identifica o sexo de passageiros em um ponto de ônibus, estreia nesta quarta-feira, em Londres. O objetivo é que apenas mulheres vejam um vídeo de 40 segundos sobre meninas pobres ao redor do mundo, produzido pela ONG Plan UK.
Uma câmera vai medir a distância entre os olhos da pessoa, a largura do nariz, o tamanho do maxilar e o formato das maçãs do rosto para estimar seu gênero, com uma margem de acerto de 90%. Os homens veem apenas o endereço do website da ONG, enquanto mulheres assistem a três meninas de 13 anos, da Grã-Bretanha, Mali e Tailândia, falando sobre suas vidas.
O objetivo é chamar atenção dos homens para o fato de que mulheres e meninas não têm as mesmas escolhas e oportunidades que eles, devido à pobreza e à discriminação.
Tecnologia inovadora A tecnologia do anúncio, desenvolvida pela empresa Clear Channel, reúne reconhecimento facial, touch screen e som, e está sendo usada pela primeira vez na Grã-Bretanha. O outdoor interativo, que custou 30 mil libras (R$ 81 mil), funcionará por duas semanas em um ponto de ônibus em um dos locais mais movimentados de Londres, em frente à loja Selfridges, na Oxford Street, a principal via comercial da capital britânica.
A tela é ativada quando o passageiro ou passante opta por assistir ao anúncio e se posiciona em frente ao outdoor. Segundo a ONG Plan UK, nenhuma informação coletada pela câmera será guardada.
Educação
Ao longo de quatro meses, a ONG Plan UK pretende arrecadar 250 mil libras (R$ 680 mil) com a campanha "Because I am a Girl" (Porque Eu Sou uma Menina) para fornecer acesso à educação a meninas pobres de países em desenvolvimento. "Milhões de meninas ao redor do mundo não têm o direito e a escolha de estudar. Este anúncio é uma tentativa deliberada de aumentar a discussão sobre o assunto", diz Marie Staunton, diretora da Plan UK.
"A cada três segundos, uma menina é convencida, coagida ou forçada a se casar cedo. A campanha "Because I am a Girl" trabalha com mulheres e homens, meninas e meninos, para combater a discriminação que as meninas enfrentam devido a seu gênero."

Produção da Busscar volta a ganhar ritmo em Joinville


Com 52 ônibus encomendados, empresa em recuperação judicial não para nem durante o Carnaval

Rogerio da Silva/ND
Busscar receberá cerca de R$ 25 milhões pelo lote encomendado



“É bonito de se ver”, diz o administrador judicial do Grupo Busscar, Rainoldo Uessler, sobre a retomada da produção na unidade de ônibus. De fato, ao visitar as linhas de fabricação da empresa, até o mais incrédulo na recuperação judicial do grupo se impressiona com o ritmo de trabalho de cerca de 500 funcionários que foram chamados de volta à ativa.
O momento é tão bom que a empresa mantém as atividades até neste período de Carnaval, para conseguir entregar os pedidos no prazo. Segunda-feira (20/2), terça-feira (21/2) e quarta-feira (22/2) os trabalhadores vão trabalhar normalmente e receberão como dias normais.
A Busscar recebeu 52 encomendas de ônibus desde a decretação da recuperação judicial, em 31 de outubro de 2011. Os trabalhadores se empenham em turno único, das 7h às 16h, com uma hora de intervalo para o almoço.
Novos pedidos estão em negociação e a expectativa da empresa é fechar mais negócios nos próximos meses. Um deles é o Projeto Guatemala, no qual a Busscar deve faturar R$ 130 milhões para produzir 800 ônibus. De acordo com Uessler, problemas burocráticos estão sendo resolvidos e o projeto está caminhando. “Faltam resolver alguns detalhes, mas a expectativa do negócio ser fechado é grande”, afirma.
Com os pedidos atuais, que envolvem de micro-ônibus a modelos Double Decker - que possuem dois pisos -, a Busscar deve arrecadar em torno de R$ 25 milhões, valor ainda longe do que a empresa precisa para ganhar o ritmo de antes da crise. Boa parte desse valor ainda deve ser usada para o pagamento de salários e mais matéria prima. A Busscar projeta que seriam necessários R$ 100 milhões de fluxo de caixa para a empresa conseguir se recuperar. A previsão do grupo, em seu plano de recuperação, é fabricar 1.818 ônibus só neste ano.
A retomada da produção foi possível graças à venda de um terreno que pertencia ao grupo. Com os R$ 6,2 milhões que foram arrecadados, a Busscar conseguiu dar o primeiro passo para sair da crise. “Muitos outros pedidos estão em negociação e as dívidas também estão sendo negociadas, por isso temos convicção de que a Busscar conseguirá se recuperar, deixando a crise no passado”, afirma Clóvis Squarezi Mussa de Moraes, advogado da ERS Consultoria & Advocacia, que tem atuado em Joinville na recuperação da Busscar. Euclides Ribeiro Junior, sócio da ERS, tem permanecido mais em São Paulo, onde negocia as dívidas e novos pedidos.

20 anos de muita confiança

O soldador Carlos Marques Pereira, 57 anos, vai completar no dia 31 de março 20 anos de trabalho na Busscar. Em todos esses anos, ele nunca viu a empresa em crise pior, mas também nunca acreditou tanto na recuperação.
“Jamais duvidei. Uma empresa desse tamanho, com a estrutura e qualidade que possui, não poderia jamais ser fechada. Agora não vamos mais parar. Se depender dos funcionários, a Busscar sairá da crise e só vai crescer”, projeta.
Pereira é um dos cerca de 500 funcionários que a Busscar chamou para trabalhar na produção dos 52 ônibus encomendados. Em 2011, ele também trabalhou na conclusão de alguns modelos que ficaram parados nas linhas de produção, quando a crise começou.
Nos meses mais difíceis, Pereira fez bicos para continuar mantendo a família, mas em nenhum momento cogitou sair da Busscar. “Sempre gostei de trabalhar aqui e quero me aposentar nessa empresa”, afirma.
A Busscar ainda mantém cerca de 1.100 funcionários contratados. A empresa chegou a ter em torno de 3.500 antes da crise.
Amanhã, o administrador judicial Rainoldo Uessler entregará à Justiça a primeira revisão das dívidas do grupo. Na primeira publicação das contas, a Busscar somava R$ 623 milhões em dívidas. A segunda e última revisão será feita pelo próprio juiz responsável pela recuperação da Busscar.



Fonte: http://www.ndonline.com.br/joinville/noticias/24841-producao-da-busscar-volta-a-ganhar-ritmo.html

Primeiro Viale BRT roda na Festa da Uva



Viale BRT Visate
A Visate – Viação Santa Tereza – foi a primeira empresa de ônibus a adquirir o modelo Viale BRT, da Marcopolo, que incorpora diversas tecnologias e é considerado um dos mais modernos do mercado. Foto: Júlio Soares.


Visate compra o primeiro modelo Viale BRT, da Marcopolo
Veículo, considerado um dos mais modernos do mercado, vai circular em Caxias do Sul.

ADAMO BAZANI – CBN

A encarroçadora de ônibus Marcopolo vendeu a primeira unidade do seu modelo urbano mais desenvolvido.
O Viale BRT foi comprado pela Visate – Viação Santa Tereza e já começa a operar nesta sexta-feira, dia 17 de fevereiro de 2012.
O veículo vai circular entre a Rua Visconde de Pelotas e os Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, cidade onde a Marcopolo possui sua sede.
Em nota divulgada à imprensa, a Marcopolo destaca os avanços do modelo, voltado para sistemas de corredores de ônibus, que são apontados como uma das soluções de mobilidade mais condizentes com as realidades econômicas e geográficas das cidades. A empresa também relata as expectativas da Visate em relação ao veículo:
“Buscando a satisfação de seu usuário, a Visate incorpora à frota do transporte coletivo um ônibus de última geração, tecnologicamente avançado, com design arrojado, conforto e capacidade de transporte elevado”, afirma Fernando Ribeiro, diretor-superintendente da empresa.
Segundo Paulo Corso, diretor de operações comerciais para o mercado brasileiro da Marcopolo, é muito importante para a companhia e para a cidade a Visate ter sido a primeira empresa a adquirir e utilizar em suas linhas o novo Viale BRT. “A iniciativa permitirá que o usuário e, principalmente, os visitantes da Festa da Uva, sejam transportados com mais conforto, segurança, rapidez e em um dos melhores veículos urbanos já fabricados no País”, salienta Corso.
O Marcopolo Viale BRT articulado foi desenvolvido para aplicação nos avançados sistemas de transporte coletivo em grandes centros urbanos e consumiu dois anos de pesquisas e desenvolvimento. A versão articulada tem até 21 metros de comprimento, capacidade para transportar até 145 passageiros e foi concebida com inéditos conceitos de design, ergonomia, conforto, segurança e eficiência.
Externamente, o Viale BRT tem desenho futurista, inspirado nos mais modernos trens de alta velocidade em operação no mundo. Os vidros laterais colados garantem maior visibilidade e proporcionam uma visão panorâmica aos passageiros.
O veículo tem exclusivos conjuntos óticos dianteiros e traseiros em LEDs, que garantem melhor iluminação e reforçam a identidade da marca. Também é o primeiro ônibus urbano no mercado brasileiro a contar com Daytime Running Light, dispositivo de acendimento automático dos faróis, mesmo durante o dia.

CONFORTO INTERNO:

Internamente, o Viale BRT inova nos conceitos de ocupação de espaço e de ergonomia. A maior largura interna, associada à configuração das poltronas, proporciona maior área livre e facilita a circulação dos passageiros, tornando a viagem mais cômoda e confortável. A altura interna também foi aumentada, permitindo a adoção de eficientes dutos de ar, alto-falantes e amplo espaço para propaganda nas laterais superiores.
A concepção do Viale BRT é de um veículo robusto e extremamente confiável, imagem conquistada junto às pessoas que o utilizaram, e de excelente relação custo/benefício, atributo reconhecido pelos empresários do setor de transporte urbano de passageiros. Outras características importantes são a redução de custos, sustentabilidade do produto, praticidade e tecnologia embarcada.
Para atingir o objetivo de valorizar a viagem de ônibus, independente do percurso ou duração, e proporcionar ganhos operacionais para os empresários, o Viale BRT pode ser oferecido com GPS, televisão digital, internet sem fio (wireless), câmeras de segurança, computador de bordo, além de sistemas de indicação de parada audiovisual e gerenciamento de frota.
Ideal para o transporte urbano, o Viale possui câmbio automático e sistema de segurança para que não se movimente com as portas abertas. O veículo atende todas as exigências dos sistemas de plataformas de embarque existentes no País, com opção de porta com 1.100 mm de vão livre na frente do rodado dianteiro e piso elevado, adaptados à acessibilidade.
Fonte: http://blogpontodeonibus.wordpress.com/2012/02/16/primeiro-viale-brt-roda-na-festa-da-uva/

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Brasil é o maior mercado de chassis de ônibus da Volvo


Companhia vendeu 2 mil unidades em 2011 

 


























Volvo Bus comercializou 2 mil ônibus no Brasil em 2011. O volume, além de recorde para a empresa na região, colocou o País na primeira posição entre os maiores mercados mundiais da companhia, seguido da China e da Grã Bretanha. O salto foi grande, já que no ano anterior a região ficava na 8ª colocação do ranking.
Um dos motivos para o resultado foi o lançamento do chassi B270F, com motor frontal. Na apresentação do modelo, Luís Carlos Pimenta, presidente da divisão para a América Latina, afirmou que o objetivo era vender 860 unidades até o fim do ano. O resultado chegou perto, com 800 veículos, que já garantiram market share de 2% para a montadora no segmento. “É um bom número se considerarmos que conquistamos isso em apenas quatro meses de vendas”, defende. 
A companhia fechou ainda novos contratos de fornecimento para sistemas BRT: Goiânia (GO), Curitiba (PR) e Manaus (AM). “Também fizemos negócios no exterior, no Equador e Colômbia”, conta Pimenta. A fabricante vendeu 3,6 mil chassis na América Latina, volume 153% maior do que o comercializado em 2010 e próximo das 4 mil unidades projetadas pelo executivo no início do ano.
O dirigente afirma que 2011 foi o pico do mercado de ônibus urbanos na região, com aceleração de 190%. Agora a demanda deve crescer mais rápido no segmento de modelos rodoviários, que avançou 95% no período anterior. 

Ônibus híbrido 

Em junho a Volvo começa a produzir na fábrica paranaense o ônibus híbrido diesel-elétrico. Este ano sairão das linhas de montagem 80 unidades, que já estão vendidas para frotas de diversas cidades. A partir de 2013 o volume sobe para 300 chassis anuais. “Estamos muito confiantes de que este produto será líder nos próximos anos”, torce Pimenta.
Assista à entrevista exclusiva com Luís Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus para a América Latina:





quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Viação Cometa dispõe ônibus extras para o Carnaval


A Viação Cometa colocará ônibus extras para atender o aumento de passageiros no período do Carnaval. O volume de pessoas que viaja no período costuma dobrar. 


Além do Rio de Janeiro, os destinos mais procurados são Baixada Santista, Curitiba, Belo Horizonte, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e outras cidades do interior paulista. 

As passagens são vendidas nos guichês das rodoviárias ou no site. Nas compras pela internet, o passageiro recebe um código localizador e o número da reserva por e-mail, podendo retirar o bilhete nos totens de autoatendimento. 

Mais informações e compra de bilhetes: www.viacaocometa.com.br 





terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Neobus montará Iveco CityClass em sua nova fábrica



Micro-ônibus deixará de ser produzido no Sul 
 



















O micro-ônibus CityClass deverá ser um dos primeiros modelos cuja produção será transferida da planta da Neobus de Caxias do Sul, RS, para a nova fábrica a ser construída em Três Rios, no Rio de Janeiro. Desenvolvido em parceria com a Iveco, o modelo é vendido na versão escolar e o único oferecido pela montadora no programa Caminho da Escola. Além de micro-ônibus, a Neobusproduzirá ônibus urbanos em sua nova planta que deve entrar em operação ainda neste ano (leia aqui).

Segundo a Iveco, a transferência da montagem do CityClass trará benefícios relacionados a logística, pois reduzirá em 75% a distância entre a montadora e a encarroçadora. Atualmente, os chassis transportados em carretas percorrem 1.600 quilômetros da fábrica da Iveco, em Sete Lagoas, MG, até a planta da Neobus, em Caxias do Sul. A montadora também estima que a nova fábrica deve melhorar o fluxo produtivo e a cooperação técnica com a encarroçadora.

MERCADO

O CityClass foi lançado no mercado brasileiro em 2004, por meio da parceria entre Iveco e Neobus. As empresas já entregaram 3 mil unidades do modelo para o programa Caminho da Escola, desde 2007, e a estimativa é que outras 1 mil unidades sejam entregues ainda neste ano. 

Fonte; 
http://www.automotivebusiness.com.br/noticia/13099/Neobus%20montar%C3%A1%20Iveco%20CityClass%20em%20sua%20nova%20f%C3%A1brica

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Caio renova a frota de Botucatu


Empresa forneceu 37 carrocerias para a cidade
Apache Vip é o modelo mais vendido no País









A Caio Induscar está participando da renovação da frota do transporte público em Botucatu (SP), onde está localizado o parque fabril da companhia. A empresa forneceu 37 carrocerias do modelo Apache Vip para a cidade do interior paulista, que fica há 235 quilômetros da capital.
As unidades fazem parte da frota de duas empresas que têm concessão das linhas urbanas do município. Os veículos foram equipados com itens de acessibilidade, seguindo as regulamentações vigentes, e de tecnologia como bilhetagem eletrônica e GPS.
O modelo Apache Vip, com longa tradição no mercado brasileiro, é líder de vendas no País.

Primeiro ônibus do Tigre Criciúma retorna ao clube








Em 1986, com o esforço coletivo, foi adquirido o primeiro ônibus do Criciúma Esporte Clube. O veículo, carinhosamente chamado de Jumbinho, passou por reforma e será entregue na tarde de hoje ao clube, na partida do Criciúma contra o Joinville, às 17 horas. A ideia da compra do primeiro ônibus foi do vice-presidente Nério Spilere, na gestão do presidente Moacir Fernandes. O investimento na época foi de R$ 38 mil.
O diretor das categorias de base, Dorli Naspolini, também fazia parte da diretoria e, para garantir a compra, ele criou o Livro Ouro, pedindo o apoio de empresários da cidade para conseguir os recursos. Em uma semana, todo o dinheiro já havia sido arrecadado. Porém, as condições do veículo não eram das melhores.
Mario Tiscoski, que intermediou a compra, e seu sócio na Expresso Forquilhinha, Fidélis Barato, fizeram a completa reforma do Jumbinho. Depois disso, foram milhares de quilômetros percorridos em Santa Catarina e por outros Estados do Brasil. Devido a história do veículo no Criciúma, Dorli Naspolini teve a ideia de reformá-lo.
Com o crescimento do clube e aquisição de novos veículos, em 1994 o ônibus foi deixado de lado. A Expresso Forquilhinha, administrada por Davi Tiscoski, ficou responsável pelos trabalhos, como havia acontecido no passado. A empresa novamente reformou o ônibus que antes no mercado valia menos de R$ 6 mil. Mecânica, elétrica, estofaria, lataria, enfim, o ônibus foi completamente transformado, sem custo algum para o clube.


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Marcopolo e Caio Induscar procuram terrenos em Joinville


Empresa formada através de parceria entre os dois grupos quer investir R$ 110 milhões na cidade


A joint-venture criada pela Marcopolo e pela Caio Induscar, as duas maiores fabricantes de carrocerias de ônibus do Brasil, está mirando o Norte de Santa Catarina para instalar uma planta para produzir de carrocerias de ônibus para o exterior e peças e acessórios para o mercado interno.
Um consultor da empresa que está sendo formada esteve reunido nesta terça com o prefeito Carlito Merss, secretários e integrantes da Associação Empresarial de Joinville (Acij).
Na pauta, o pedido de ajuda para a Prefeitura encontrar terrenos que possam sediar a unidade, A previsão é que a parceria entre os dois grupos injete R$ 110 milhões na nova empresa, que começaria a produzir a partir de 2014. A expectativa é que sejam criados pelo menos 2,5 mil postos de trabalho.
Segundo o relato do prefeito, o objetivo da vinda do grupo para Joinville é aproveitar a mão de obra ociosa desde a crise da Busscar. 
— Nós temos milhares de trabalhadores com anos de experiência no setor e que estão parados. É uma grande chance para que a cidade recupere o seu lugar de destaque no setor —, afirma. 
Carlito conta que uma consultoria local auxilia as duas empresas nas negociações. A Prefeitura está oferecendo apoio para os estudos da legislação municipal e poderá conceder incentivos fiscais pelo programa Pró-Empresa.
Além da disponibilidade de mão de obra, outro ponto que atrai o interesse dos investidores para a região Norte é a proximidade de cinco portos – Paranaguá, Itapoá, São Francisco do Sul, Navegantes e Itajaí.
A Caio Induscar informou que o processo de formação da joint- venture corre em sigilo. Já, a Marcopolo afirma que o grupo ainda não escolheu qual local abrigará a nova empresa, e que o prazo de entrega do estudo de viabilidade econômica da parceria, que deveria ser divulgado em meados de janeiro, foi prorrogado até o começo de março. 
Ao fim do período, as duas empresas deverão detalhar para o mercado quais produtos serão fabricados, onde a unidade será instalada e como funcionará a sua gestão.

Comemorações na Agrale


Hoje, a Agrale é líder brasileira na produção de chassis leves e destaca-se pela forte atuação em nichos de mercado. A empresa possui mais de 1 800 colaboradores e produz veículos, tratores e motores a diesel em suas quatro unidades fabris, três no Brasil, na cidade de Caxias do Sul, e uma na Argentina, em Mercedes, na Província de Buenos Aires.
Produtos Agrale
O calendário Agrale 2012 tem como tema a trajetória de sucesso da empresa ao longo deste meio século e resgata os principais momentos da companhia, como os lançamentos do primeiro microtrator de quatro rodas, o Agrale 415, em 1968; do primeiro caminhão, o TX 1100, em 1982, precursor da atual família de veículos da marca, e da linha de utilitários Marruá, em 2004, para atendimento das Forças Armadas. Outros destaques são as parcerias de sucesso firmadas, em 1988, com a Deutz, fabricante de tratores pesados, e em 1998, com a Marcopolo, para desenvolvimento e fornecimento de chassis completos para os miniônibus Volare, e com a norte-americana Navistar, para montagem dos caminhões International no Brasil.