terça-feira, 15 de agosto de 2017

Fabricantes esticam ônibus para elevar receita

Fabricantes esticam ônibus para melhorar a receita das empresas de transporte no segmento rodoviário. A partir deste ano parte dos veículos ganhou um metro no comprimento, espaço extra que permite levar até oito passageiros a mais em um ônibus de dois pisos. Em um veículo executivo normal é possível adicionar até 16 poltronas, dependendo da configuração. Com isso, as empresas conseguem melhorar a remuneração por viagem.

Fabricantes esticam ônibus

A criação desse novo nicho no segmento de ônibus rodoviário nacional, antes limitado a 14 metros de comprimento, foi um pedido das operadoras de transporte de passageiros. Elas buscavam uma forma de compensar a alta de custos em razão das leis que ampliaram de três para sete o número de assentos gratuitos para idosos, deficientes físicos e estudantes de baixa renda.
Outra medida que entraria em vigor em julho, mas foi postergada para o mesmo mês de 2018, obriga a instalação de plataformas elevatórias para cadeirantes em todos os ônibus. “São medidas que geram custos extras ao transportador e podem ser compensadas com maior oferta de assentos”, diz Silvio Munhoz, diretor da Scania.

Fabricantes esticam ônibus para elevar receita de empresas de transporte
Fabricantes esticam ônibus para elevar receita de empresas de transporte

As empresas já produziam ônibus de 15 metros para exportação, mas o uso no mercado brasileiro exigiu aprovação da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). A homologação ocorreu em março. Por enquanto, três montadoras investiram no novo nicho. Mercedes-Benz, Scania e Volvo adaptaram os chassis antes voltados ao mercado externo. Já a Marcopolo, maior fabricante de carrocerias do País, investiu entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões para preparar as carrocerias mais longas.
O preço do ônibus maior chega próximo a R$ 1 milhão, enquanto o de 14 metros custa cerca de R$ 900 mil. “A maior quantidade de passagens vendidas compensa e remunera o empresário que paga mais pelo ônibus”, avalia o diretor comercial da Volvo, Gilberto Vardânega.

Mercado

Esse novo nicho no mercado, mais voltado a viagens de longa distância e uso turístico, tem atraído transportadoras e ajudou as fabricantes a melhorar o desempenho da produção.
No primeiro semestre do ano, a Marcopolo produziu 541 ônibus rodoviários para o mercado brasileiro, 29% a mais em relação a igual período de 2016. Desse total, metade foi de versões com 15 metros.
O mercado total de ônibus registrou queda de 17% nas vendas de janeiro a julho, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O segmento de rodoviários, por sua vez, caiu 11,5%, e o de urbanos, 25,8%, de acordo com fabricantes.

Avanço

O diretor da Mercedes-Benz, Walter Barbosa, diz que, desde março, a empresa vendeu 24 ônibus com 15 metros e negocia mais 80. Ele acredita que até o fim do ano a marca deverá vender 200 veículos desse porte.
A Scania vendeu 152 unidades e tem outras 50 em carteira para serem entregues nos próximos meses. “Vamos dobrar nosso faturamento nesse segmento puxados pelo novo nicho”, afirma Munhoz. Ele destaca vantagens para o segmento turístico que trabalha com ônibus de dois andares, os chamados “Double Decker”, com dois pisos, que nas versão de 14 metros transportam 53 passageiros.
“Vai aumentar muito a oferta de ônibus com dois tipos de classe de viajantes, a executiva e a turística, similar aos aviões”, diz Munhoz. A parte de cima, com bancos semileito, ganha quatro assentos. Na debaixo, com poltronas leito, são três a mais. Se ambos pisos forem semileito, são oito passageiros extras. Já os ônibus com poltronas normais podem agregar até 16 assentos, mas ainda não há demanda para essa versão.
“Vai aumentar muito a oferta de ônibus com dois tipos de classe de viajantes, a executiva e a turística, similar aos aviões”. Silvio Munhoz, diretor da Scania

Fonte: (O Estado de S. Paulo/Cleide Silva) http://portallubes.com.br/2017/08/fabricantes-esticam-onibus/?utm_medium=e-mail&utm_source=mail2easy&utm_campaign=Portal+Lubes+-+Not%C3%ADcias+15+de+agosto+2017+-+2

Marcopolo presta homenagem ao seu fundador, Paulo Bellini, com pintura em ônibus


Marcopolo presta homenagem ao seu fundador, Paulo Bellini, com pintura em ônibus. Um ônibus Paradiso 1800 Double Decker recebeu uma pintura especial para celebrar o aniversário de 68 anos da Marcopolo. 
O veículo foi decorado com uma imagem de Paulo Bellini, fundador da montadora, construída a partir de fotos dos colaboradores da empresa e a frase “O mais importante são as pessoas”. 
O veículo foi apresentado pela primeira no pátio da unidade de Ana Rech, em Caxias do Sul, no domingo, dia 6 de agosto, e integrou as comemorações do Dia do Colaborador da empresa. 
No fim do mês, a Marcopolo irá levar o Paradiso customizado até São Paulo, onde ele será exposto na feira Transpúblico, que acontecerá no Transamérica Expo Center.

Fonte: (http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/08/galeria_de_imagens/578895-marcopolo-presta-homenagem-ao-seu-fundador-paulo-bellini-com-pintura-em-onibus.html)

BRT divulga esquema de transporte para o Rock in Rio 2017



Concessionária garante que esquema não acarretará alterações no transporte habitual. Veja as aopções de transporte que serão disponibilizados nos dias do evento.





 Projeto do espaço Eletrônica do Rock in Rio 2017  (Foto: Divulgação )
Projeto do espaço Eletrônica do Rock in Rio 2017 (Foto: Divulgação )
O BRT Rio divulgou nesta quinta-feira (3) o esquema de transporte montado para o Rock in Rio (RIR), marcado para os dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca. De acordo com o consórcio, a operação para o evento não acarretará em alterações nas linhas usadas diariamente pelos demais passageiros dos corredores exclusivos.
Com a expectativa de transportar mais de 100 mil passageiros do evento por dia, o BRT Rio fará uma ampliação da plataforma do Terminal Jardim Oceânico para receber o público que vai assistir à maratona de shows. Já o passageiro que chegar pelo metrô (saída C), no Jardim Oceânico, deverá se dirigir para o lado direito da plataforma, onde os articulados estarão posicionados para embarque exclusivo para o RIR.

Opções de ida

Neste ano, os serviços especiais, que vão levar o público direto para o festival, serão o 90, que fará a linha Jardim Oceânico x Rock in Rio e o 92, que faz a linha Alvorada x Rock in Rio. Os dois terão como ponto final o Terminal Centro Olímpico, que é o local mais perto da entrada do evento.

Opções de volta

Para que a volta aconteça sem transtornos, o BRT Rio criou dois serviços especiais com a finalidade de agilizar a ida para casa: o 91, que fará a linha Rock in Rio x Jardim Oceânico, via Alvorada e o 93, que fará a linha Rock in Rio x Madureira, via Curicica/Expresso.

Orientações

O Terminal Centro Olímpico, que tem passagem subterrânea para a estação Morro do Outeiro, será o principal ponto de embarque e desembarque. Ao chegar lá, o passageiro deve validar o cartão RioCard para pegar uma pulseira, que vai garantir o seu retorno de BRT.
O BRT Rio ressalta ainda que a pulseira só garante que a pessoa entre nos serviços que vão sair do Terminal Centro Olímpico ou do Morro do Outeiro, mas, além do acessório, quem precisar embarcar novamente no metrô ou em alguma linha de ônibus urbano deverá ter também crédito no seu cartão RioCard.

A dica do BRT Rio é que os passageiros evitem a estação Rio 2, porque a demanda de passageiros, normalmente, no local, é grande. Além disso, a estação ficará fechada de meia-noite às 5h, nos dias do evento. Outra orientação é sobre a estação Parque Olímpico, que só vai funcionar das 5h às 11h, horários em que não há fluxo de público para os shows.
De acordo com a diretora de Relações Institucionais do BRT Rio, Suzy Balloussier, a estação Parque Olímpico não tem como comportar a quantidade de pessoas previstas para o evento, por isso foi feito um ajuste no seu funcionamento.

Serviços especiais (diretos) para chegar ao Rock in Rio:

90 – (Jardim Oceânico x Rock in Rio)
Roteiro: Terminal Jardim Oceânico, Terminal Centro Olímpico
Horário de funcionamento: 14h às 22h
92 – (Alvorada x Rock in Rio)
Roteiro: Terminal Alvorada, Terminal Centro Olímpico
Horário de funcionamento: 14h às 22h
Serviços especiais para voltar do Rock in Rio:
91 – (Rock in Rio x Jardim Oceânico, via Alvorada)
Roteiro: Terminal Centro Olímpico, Terminal Alvorada e Terminal Jardim Oceânico.
Horário de funcionamento: 23h às 5h
93 – (Rock in Rio x Madureira, via Curicica/Expresso)
Roteiro: Morro do Outeiro, Curicica, Santa Efigênia, Taquara, Tanque, Praça Seca, Campinho e Terminal Paulo da Portela (Madureira).
Horário de funcionamento: 23h20 às 5h.

Fonte: http://g1.globo.com/rock-in-rio/noticia/brt-divulga-esquema-de-transporte-para-o-rock-in-rio-2017.ghtml 



Resende adquire três ônibus IRIZAR i6

Resende adquire três viaturas IRIZAR i6

A Resende Actividades Turísticas S.A. adquiriu três novas viaturas IRIZAR i6, duas integrais na versão i6S e uma construída sobre chassis MAN. Destinadas ao reforço da frota afeta aos serviços de expresso, estas viaturas farão trajetos nas regiões de Braga, Porto, Lisboa e Lagos.

“O objetivo da aquisição das viaturas está fixado na renovação da frota e tornar a viagem segura e cómoda para todos os passageiros que usufruírem dos nossos serviços”, adianta em nota a Resende. As três viaturas IRIZAR i6 têm faróis com iluminação LED, entradas USB em cada banco de passageiro, cintos de segurança de três pontos e vidros extra fumados.

por: Pedro Venâncio http://www.transportesemrevista.com/Default.aspx?tabid=210&language=pt-PT&id=57092

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Volvo apresenta o B8R, novo modelo de ônibus urbano


Montadora lançou o veículo para substituir o atual B290R e ampliar o desempenho do transporte de passageiros



Volvo apresenta o B8R
A Volvo Bus Latin America acaba de lançar um novo chassis de ônibus para o transporte urbano de passageiros: o B8R. O modelo, que substitui o atual B290R, foi desenvolvido para ampliar o desempenho das operações urbanas. O novo veículo é até 3% mais econômico em consumo de combustível e reduz em até 4% o custo de manutenção de seu antecessor.

O motor de oito litros que equipa o novo chassi urbano da fabricante é produzido no complexo fabril da empresa, em Curitiba. O lançamento do B8R faz parte de uma estratégia da Volvo Bus, de produção de veículos dentro de uma plataforma global, o que oferece maior disponibilidade de peças, agilidade e facilidade de atendimento. Outra vantagem é o intervalo de troca de óleo, que pode chegar a até 40 mil quilômetros rodados, dependendo do tipo de aplicação.


Ônibus é equipado com o motor de 250 cv
O ônibus é equipado com o motor de 250 cv de potência, 950 Nm de torque, caixa de cambio Voith, ZF disponíveis e novas relações de diferencial, sistema de freios a disco EBS 5, suspensão eletrônica, volante com ajuste de altura e profundidade. O modelo possui configuração de eixo 4×2 e está disponível nas versões com pisos alto e baixo.
Além dessas características, o B8R também é equipado com softwares de conectividade para facilitar a ativação do sistema de gerenciamento de frotas Volvo (Fleet Managment) e o I-Coaching. As ferramentas auxiliam gestores de empresas a traçar estratégias para reduzir os custos da operação e os motoristas a extraírem a máxima eficiência do veículo, com dicas de como dirigir com menor consumo de combustível e menor desgaste de peças.


Desenvolvimento avançado

“Para garantir os resultados de desempenho e consumo, a Volvo trabalhou no desenvolvimento avançado da engenharia do veículo, e em simulações de performance e testes para adequar o B8R ao mercado latino-americano e garantir a sua eficiência”, explica o engenheiro de vendas da Volvo Bus Latin America, Renan Schepanski.
Depois do período de desenvolvimento, o lançamento passou por intensos testes. Uma das empresas de transporte a avaliar o novo chassi foi a Viação Santa Brígida, que opera em linhas urbanas das regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro da cidade de São Paulo. “Dada a nossa experiência positiva com o modelo B290R, os testes iniciais com o B8R mostram boa adaptação às condições técnicas e viárias, sobretudo a expectativa do aumento entre intervalos de manutenção preventiva”, ressalta o gerente de Manutenção da Viação Santa Brígida, Fernando Cesar Bastos Filho.

Fonte: http://portallubes.com.br/2017/08/b8r-volvo/

terça-feira, 1 de agosto de 2017

MARCOPOLO FORNECE 75 NOVOS ÔNIBUS PARA A VIAÇÃO COMETA

MARCOPOLO FORNECE 75 NOVOS ÔNIBUS PARA A VIAÇÃO COMETA Imagens e fotos de carroA Viação Cometa, uma das principais operadoras de transporte do Brasil e pertencente ao Grupo JCA, adquiriu 75 novos ônibus rodoviários Marcopolo. O lote é formado por 31 unidades do Paradiso 1800 Double Decker (dois pisos), com 15 metros de comprimento e quatro eixos, e 44 do modelo Paradiso 1200.
Os ônibus Paradiso 1800 DD foram desenvolvidos com padrão de conforto e comodidades comparáveis às da primeira classe de voos internacionais para proporcionar viagens ainda mais agradáveis e prazerosas. Com capacidade para transportar 54 passageiros, as unidades são equipadas com tomada elétrica 110 Volts, entrada USB e possuem chassi Scania 8x2, com dois eixos dianteiros direcionais. Para maior conforto e segurança, são 46 poltronas semileito no piso superior e oito poltronas leito cama, no piso inferior, todas com espumas especiais (viscoelástico) na região da cabeça e do pescoço, além de apoios de braço mais largos e macios.
O modelo possui sistemas de áudio e vídeo com monitores, ar-condicionado e sanitário. A iluminação do salão de passageiros utiliza LEDs, com luzes indiretas, que criam um ambiente de conforto visual e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos, com acionamento por toque, que contam ainda com amplificadores de áudio individuais e integrados.
Ideal para o transporte em viagens de médias e grandes distâncias, o modelo Paradiso 1200, com chassi Mercedes-Benz, apresenta baixo custo operacional e extrema robustez. Com capacidade para 46 passageiros, com poltronas semileito com descansa-pés/pernas, possui sistema audiovisual, ar-condicionado com dutos individuais, sanitário, parede de separação com porta deslizante, sistema multiplex e itinerário eletrônico. Conta ainda com cinto de segurança retrátil, porta-copos e porta-revista.
A Viação Cometa faz parte do Grupo JCA, um dos principais operadores de transporte rodoviário do País, com programa de investimento para a permanente modernização de sua frota. É constituído pelas empresas Auto Viação 1001, Auto Viação Catarinense, Rápido Ribeirão Preto, Viação Cometa, Rápido Macaense, Expresso Sul e Opção com rotas que cobrem os estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Fonte: http://planetcarsz.com/artigo/marcopolo-fornece-75-novos-onibus-para-a-viacao-cometa

Marcopolo entrega 135 ônibus urbanos Torino


Veículos fazem parte da renovação de frota de Olinda e Recife


Marcopolo está entregando 135 ônibus Torino às empresas Metropolitana e Rodoviário Caxangá, que atuam no transporte urbano de Pernambuco e estão renovando parte de sua frota de 700 coletivos. Os veículos vão rodar pelas cidades de Recife e Olinda. 

As carrocerias foram montadas sobre chassis OF 1721, da Mercedes-Benz, que em junho comunicou uma grande venda de 200 unidades à cidade de Recife.

Os 135 Torino fornecidos medem 12,7 metros, transportam 40 passageiros sentados e recebem elevador para pessoas com mobilidade reduzida na porta central, mais preparação para câmeras de monitoramento e biometria e GPS.


Fonte: REDAÇÃO  B http://www.automotivebusiness.com.br/noticia/26167/marcopolo-entrega-135-onibus-urbanos-torino